Arquitetura e Urbanismo

Sobre o Curso

O Curso de Bacharelado em Arquitetura e Urbanismo da Faculdade Uninta Tianguá tem como finalidade formar Arquitetos e Urbanistas aptos a relacionar a teoria, história, urbanismo, patrimônio, paisagismo, conforto, meio ambiente e projeto
na perspectiva de uma reflexão crítica aos problemas atuais da sociedade.

Para esta missão, o maior desafio é ofertar um conhecimento cientifico e técnico que atenda a realidade social, ambiental, econômico e cultural dos lugares onde vivem e trabalham o corpo docente e discente. Utilizando as práticas de ensino inovadoras, com os recursos técnicos e metodológicos, e infraestrutura de sala de aulas, bibliotecas, laboratórios e atelier, as mais diversas experiências são acessíveis aos estudantes de Arquitetura e Urbanismo.

A proposta do Curso de Bacharelado em Arquitetura e Urbanismo, da Faculdade Uninta Tianguá é formar profissionais aptos a atuarem, de modo pleno, nos diversificados campos de atuação da categoria, prescindindo de uma formação
especializada em determinadas áreas que abrangem o exercício profissional.

As propostas pedagógicas e organização curricular previstas neste documento, estão comprometidas com uma análise crítica dos diferentes sistemas avaliativos da educação deste processo, que compõem na Lei de Diretrizes Curricular Nacional, e
que atende a Lei que regulamenta o exercício da profissão do Arquiteto Urbanista (Lei No 12.378, de 31 de dezembro de 2010), conforme a instrução dos campos de atuação da Arquitetura e do Urbanismo. Ao mesmo tempo que cumprimos as
normativas, garantimos uma formação reflexiva acerca das problemática mais atuais e pertinentes da Arquitetura e Urbanismo em um contexto local, referente a Serra da Ibiapaba e global, através das crises ambientais, habitacionais, sanitárias, sociais e econômicas, que induz a ampliação da procura por profissionais aptos para contribuírem com a transformação social, urbana e rural.

Campos de Atuação

Os Arquitetos e Urbanistas possuem um amplo campo de atuação profissional, cujas atividades estão previstas nas Resoluções do CAU/BR nº 21/2012 e 51/2013. Dentre suas atribuições ele pode atuar em projetos e orçamentos, a gestão, execução e fiscalização de obras, a realização de vistorias, avaliações, perícias e emissão de laudos técnicos até a produção científica, ensino e pesquisa nos seguintes campos de atuação:
Arquitetura e Urbanismo
Arquitetura de Interiores
Paisagismo
Patrimônio Histórico
Planejamento Urbano e Regional
Topografia
Tecnologia e Resistência dos Materiais
Conforto Ambiental e Meio Ambiente
Engenharia de Segurança do Trabalho

E no mercado da Construção Civil está sempre em alta! Por isso, o Arquiteto e Urbanista é um dos profissionais que mais se emprega e possui boas remunerações! Isso, acontece porque o arquiteto pode atuar em até 12 áreas de trabalho, são elas:

1 – supervisão, coordenação, gestão e orientação técnica;
2 – coleta de dados, estudo, planejamento, projeto e especificação;
3 – estudo de viabilidade técnica e ambiental;
4 – assistência técnica, assessoria e consultoria;
5 – direção de obras e de serviço técnico;
6 – vistoria, perícia, avaliação, monitoramento, laudo, parecer técnico, auditoria e arbitragem;
7 – desempenho de cargo e função técnica;
8 – treinamento, ensino, pesquisa e extensão universitária;
9 – desenvolvimento, análise, experimentação, ensaio, padronização, mensuração e controle de qualidade;
10 – elaboração de orçamento;
11 – produção e divulgação técnica especializada; e
12 – execução, fiscalização e condução de obra, instalação e serviço técnico.

Objetivo

O Curso de Bacharelado em Arquitetura e Urbanismo da Faculdade Uninta Tianguá tem como objetivo geral formar o bacharel em Arquitetura e Urbanismo em um profissional ético, crítico e reflexivo. Assegurar a formação de profissionais
generalistas, capazes de compreender e traduzir as necessidades de indivíduos, grupos sociais e comunidade é o princípio norteador. A concepção, à organização e à construção do espaço interior e exterior, abrangendo o urbanismo, a edificação, o
paisagismo, bem como a conservação e a valorização do patrimônio natural e construído, a proteção do equilíbrio ambiental natural e a utilização racional dos recursos disponíveis são elementos fundamentadores da estruturação do curso para
contribuir para o desenvolvimento sustentável na área urbana e rural da região da Serra da Ibiapaba.

Objetivos específicos

Oferecer a capacitação ao egresso do curso para uma compreensão sobre a tradução das as necessidades de indivíduos, grupos sociais e comunidade, com relação à concepção, à organização e à construção do espaço interior e exterior, abrangendo o urbanismo, a edificação, o paisagismo, bem como a conservação e a valorização do patrimônio
construído e natural, a proteção do equilíbrio do ambiente natural e a utilização racional dos recursos disponíveis;

Capacitar o egresso para atuar em todas as fases do exercício profissional em atendimento às demandas da sociedade, considerando seus aspectos sociais, econômicos, políticos e culturais, com uma visão humanística e de respeito ao meio ambiente e aos valores culturais, regionais e éticos;

Atender as demandas dos mercados regional e nacional, formando profissionais qualificados e atualizados que acompanhem as inovações científicas e tecnológicas e, que detenham o saber-fazer dessa área de conhecimento;

Fomentar uma formação abrangente e conectada com o contexto atual, face as mudanças climáticas em curso e os desafios desta contemporaneidade por meio da formação do Arquiteto e Urbanista integrado as questões ambientais, a sustentabilidade e a urgência em pensar formar de promover o desenvolvimento em consonância com a
regeneração do meio ambiente e a justiça social;

Oferecer um currículo que disponibilize ao estudante o tempo necessário para a consolidação dos conteúdos adquiridos, para o desenvolvimento de atividades acadêmicas complementares e para a realização de trabalhos extraclasses individuais e em grupo, visando o incremento de sua autonomia intelectual e visão crítica do mundo e do fazer profissional;

Dotar o aluno dos conhecimentos requeridos para exercício das competências e habilidades científicas, tecnológicas e humanas previstas para o egresso, assim como valorizar a importância da educação continuada por meio de cursos de Pós-Graduação Lato Sensu.

Promover ações fundamentadas em princípios éticos e em conformidade com as diretrizes preconizadas pelo Código de Ética Profissional do Administrador e resoluções elaboradas pelos órgãos e conselhos regulamentadores da profissão.

Perfil do Egresso

O Curso de Bacharelado em Arquitetura e Urbanismo da Faculdade Uninta Tianguá tem a finalidade de formar Arquitetos e Urbanistas com o seguinte perfil:
Arquitetos e urbanistas com “formação científica, artística, ética, política, generalista, humanista, crítica, reflexiva, democrática e laica, embasada nos Direitos Humanos e na responsabilidade técnica e social” (Art. 10, DCN), e ainda, compreender os contextos sociais, culturais, ambientais, econômicos, tecnológicos, funcionais e estéticos e desenvolver espaços públicos e privados, no meio urbano e rural.
Tudo isso para atender todos os níveis de complexidade em atendimento às mais diversas demandas espaciais, estimulando a sua atuação crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, com visão ética e humanística, em
atendimento às demandas sociais e ambientais.
O perfil desejado para o egresso, é o de um profissional apto a:

  • Aplicar de forma integrada e com responsabilidade técnica e social, conhecimentos históricos, teóricos, metodológicos, projetuais e tecnológicos;
  • Compreender e traduzir as necessidades de indivíduos e grupos sociais com relação à concepção, organização e construção do espaço, abrangendo o urbanismo, a edificação, o paisagismo, bem como a conservação e valorização dos patrimônios natural, construído e a utilização adequada dos recursos disponíveis;
  • Atuar individualmente e em equipe interdisciplinar e multiprofissional;
  • Assimilar e desenvolvendo novas tecnologias e conceitos científicos.

Competências e Habilidades

A Resolução CNE/CES no 2, de 17 de junho de 2010 e Resolução CNE/CES no 1, de 26 de março de 2021, que instituiu as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de graduação em Arquitetura e Urbanismo, deixa explícito em seu artigo 4o o
perfil do egresso desejado.

Destaca-se aqui, a característica generalista em oposição ao conceito de especialista. No ponto de vista da Faculdade Uninta Tianguá, com a velocidade das mudanças tecnológicas, a especialização deve vir prioritariamente como uma consequência das necessidades observadas no exercício profissional e deve ser adquirida nos cursos de extensão e pós-graduação, indo ao encontro do que foi estabelecido no Art. 3º, §3º.

O profissional de Arquitetura e Urbanismo a ser formado na Faculdade Uninta Tianguá deverá atender na íntegra o que foi estabelecido nos artigos 4º e 5º das Diretrizes Curriculares Nacionais.

Ainda com base nestes pressupostos, podemos descrever que o profissional egresso do Curso de Bacharelado em Arquitetura e Urbanismo da Faculdade Uninta Tianguá deverá estar sintonizado com as inovações, afinado com as tendências e crítico em relação aos avanços tecnológicos, sendo sempre incentivado à permanente atualização, bem como à investigação científica.

Assim como, capacitado a atuar em todos os níveis e áreas da Arquitetura e Urbanismo, com base no rigor ético, intelectual, científico e filosófico; apto a tratar e resolver os problemas técnicos com agudo senso de realidade e estética, propondo alternativas de modelos estruturais, processos construtivos, materiais de construção e ocupação urbana.

Além disso, seu papel social é reflexo da preocupação com a qualidade de vida em todos os níveis, aspecto incutido e reforçado no decorrer do curso.

Mais informações

Duração:

05 anos

Tipo:

Bacharelado

Modalidade:

Presencial

Navegue pelo conteúdo

Quer saber mais?

Deixe seus dados e entraremos em contato para esclarecer suas dúvidas: